.

.

*

*

domingo, 13 de agosto de 2017

Hong Kong aumenta controle após descoberta de ovos holandeses contaminados

Foto de ovos quebrados na linha de produção de uma fazenda na Bélgica (Foto: Francois Lenoir/Reuters)
as autoridades de Hong Kong aumentaram os controles sanitários dos ovos procedentes da Europa, depois que no começo deste mês foram encontrados na ex-colônia britânica dois lotes deste produto procedentes da Holanda com excessivos níveis de pesticida, informou neste domingo (13) a imprensa local.

O Departamento de Segurança Alimentar de Hong Kong reconheceu estar "muito preocupado" com a situação e esclareceu ainda que não tenham sio encontrados novos casos de ovos contaminados desde o dia 4 de agosto, medidas de controle mais estritas foram postas em prática para estes produtos procedentes da Europa.

A secretária de Saúde e Alimentação do território, Sophia Chan, citou concretamente os controles sobre ovos procedentes de Holanda e Bélgica, ainda que tenha assegurado que as medidas sanitárias se estendem a todo o território europeu.

A Europa é a origem de aproximadamente 20% dos ovos vendidos em Hong Kong, e habitualmente este produto de importação, mais caro que os locais, é consumido pela classe média e alta, mas após o começo do escândalo as vendas caíram a pique, segundo o jornal "South China Morning Post".

Nenhum comentário:

Postar um comentário